Veja os fundos que mais atraíram investidores em março/2021

Saiba quais são os investimentos que mais aumentaram patrimônio no mês


O relatório mensal da Economática divulga como se deu a movimentação dos principais fundos de investimentos listados na Anbima.


Os fundos de ações tiveram crescimento pelo segundo mês consecutivo com 3,5% em relação à fevereiro. É destaque que três categorias exibiram aumento de patrimônio superior a 5%: os fundos de Ações Indexados (18,46% m/m), os fundos de Mono Ação (9,54% m/m) e Ações FMF-FGTS (7,17% m/m). Já a maior contração ficou por conta dos fundos Ações Setoriais que registraram a maior queda no mês (-4,09% m/). No saldo, mais dinheiro entrou (captação líquida) do que saiu dos fundos de ações (+ R$ 6,95 bilhões), impulsionado pelos fundos de ações livre. Já os fundos de ações "valor/crescimento" apresentou o maior nível de resgate no mês. Cabe lembrar que o Ibovespa teve valorização de 6% em março e apenas quatro categorias tiveram rentabilidade superior ao índice.


Os fundos multimercado registraram crescimento de 1,28% m/m, tendo sido o mês de março o segundo mês de captação positiva, puxado pelos fundos Multimercados Invest. no Exterior. Os fundos Multimercados Balanceados exibiram o melhor desempenho, com valorização de 0,54% (mediana) e 269,05% do CDI.


Já os fundos de renda fixa aumentaram o seu patrimônio pelo quarto mês seguido, tendo sido de 0,87% no mês de março. Apesar do crescimento, quatro categorias tiveram saída de recursos: os Renda Fixa Duração Livre Soberano, Renda Fixa Duração Livre Grau de Invest., Renda Fixa Indexados e Renda Fixa Duração Baixa Grau de Invest.


Os fundos de previdência apresentaram crescimento de 0,12% de patrimônio no mês, mas registrou mais saídas do que entradas pelo segundo mês consecutivo.


E por último, mas representando os mais destacados, os fundos de ETF´s exibiram crescimento patrimonial de 11,19% mensal e os cambiais, crescimento de 4,58% m/m.


Informações: Economática.

7 visualizações0 comentário