Entenda os sucessivos aumentos no preço dos combustíveis

Confira como você pode mitigar os impactos no seu orçamento





Na semana passada, a gasolina, o diesel e o gás GLP sofreram mais um aumento de preço nas refinarias. Em média, a alta ficou em 5% para cada um, ou seja, mais caros 12 e 13 centavos no caso da gasolina e diesel e o gás, 15 centavos a cada 13 kg.


Novamente a justificativa dada pela Petrobrás foi baseada no mercado internacional e na taxa de câmbio, dado que a empresa segue a política de paridade de preços internacionais, acompanhando a cotação do petróleo e seus derivados no mercado global.


Só para ter uma ideia, em meados de maio do ano passado, no auge da pandemia, o barril do petróleo do tipo brent chegou a custar USD 20 e agora é negociado por cerca de USD 60, cuja alta está relacionada com o otimismo da retomada econômica, sobretudo, nos EUA.


Para explicar o porquê desses efeitos recaírem sobre o preço dos combustíveis, basta entender que é como se fosse um comportamento em cascata, no qual os preços nesse mercado e a taxa de câmbio influenciam o preço dos demais componentes até chegar no preço final dos combustíveis.


Com o novo aumento, a gasolina acumula alta de 41,6% em 2021, o diesel, de 33,9% e o gás de cozinha de 17,1% só este ano, pesando muito no bolso do brasileiro, que em média gasta cerca de 15% do seu orçamento mensal com transporte, principalmente.


O reajuste já é o quinto no ano, o segundo em duas semanas e o primeiro desde a indicação do novo nome para o comando da estatal.


O anúncio do Planalto, sobre zerar a alíquota dos impostos federais sobre o diesel e o gás de cozinha com a finalidade de reduzir o impacto para o cidadão, veio seguido pela publicação de uma MP para aumentar os impostos sobre os bancos como um mecanismo compensatório à desoneração de PIS/Cofins sobre o diesel e gás de cozinha, que deverá vigorar em março e abril para o diesel, e permanente sobre o gás de cozinha.


E para você minimizar o seu gasto com gasolina ou diesel nos postos de combustíveis, vale muito a pena utilizar o cashback da Ame Digital e o Abastece Aí, disponíveis nos postos BR e Ipiranga, os quais oferecem até 10% de desconto sobre o preço do litro. No final do mês vai fazer muita diferença. Além disso, adapte seus horários de forma a aproveitar o itinerário daqueles que moram com você. Tente não fazer várias viagens no mesmo dia. Saia e resolva tudo. Se precisar, leve alimentos de casa com você para evitar o deslocamento no intervalo de turno.

2 visualizações0 comentário